Onda de roubos de celulares em Jacobina preocupa a população

Foto: Ilustração

Apesar de ainda não ter levantamento oficial sobre o número de celulares roubados em Jacobina, acredita-se que o registro de delitos desta natureza tem crescido de maneira assustadora. É cada vez maior o número de pessoas que procuram a Polícia Militar, Guarda Municipal ou comparecem à delegacias de polícia para registrar a ocorrência, requisito necessário para bloquear o aparelho. A prisão de ladrões de celulares também já está se tornando uma prática corriqueira na Cidade do Ouro. Veja aqui.

Neste final de semana, pelo menos quatro pessoas tiveram seus aparelhos de celulares tomados à força, sob a mira de uma arma de fogo. Somente no bairro da Catuaba, foram registrados dois casos.

O pai de uma das vítimas conversou com a reportagem do Jacobina 24 Horas. “Meu filho estava indo para a igreja, com um amigo, que é filho do pastor, quando foram abordados por um homem numa moto, que apontou uma arma de fogo para a cabeça deles, obrigando os dois garotos a entregarem os celulares. Agora, meu filho está em casa, trancado, traumatizado com a violência que sofreu”, relata.

Com lágrimas nos olhos, o pai  relatou ao Jacobina 24 Horas que tinha comprado o celular em dez parcelas. “Como todos os garotos da atualidade, meu filho queria muito um desses aparelhos modernos. Fiz um enorme sacrifício para comprar, ainda estou pagando as parcelas e o bandido vem e toma a força. É preciso que as autoridades reajam contra essa violência que está assustando a cidade”, afirma.

Segundo um oficial da PM ouvido pelo Jacobina 24 Horas, geralmente os autores desses assaltos são usuários de drogas que usam esses objetos como moeda de troca para o entorpecente.  Ele orienta que as vítimas devem sempre procurar a delegacia para registrar  um Boletim de Ocorrência (BO).

As operadoras também dão dicas para as vítimas de assalto de celular.  A primeiras delas, e a  mais importante, é saber o número de série do aparelho, chamado de IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel). É como se fosse o chassi do carro, que identifica o celular quando ele está usando a rede de telefonia móvel.

Para descobrir o IMEI, basta digitar no teclado do aparelho *#06# e aparecerá um número, que deverá ser anotado e guardado. Com essa informação em mãos o usuário que tiver seu celular roubado, furtado ou extraviado pode ligar para sua prestadora para informar o que ocorreu e solicitar, além o bloqueio da linha, também o bloqueio do aparelho. A linha pode ser bloqueada com a identificação do proprietário, mas o aparelho só pode ser bloqueado com a informação do IMEI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *