Base curricular e integração em ensino são temas de jornada do IFBA de Jacobina

Os docentes do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), campus Jacobina, participaram na manhã de ontem (30), no auditório da instituição, da abertura da V Jornada Pedagógica.

O objetivo é debater as estratégias que serão utilizadas no ensino da instituição em 2016. Com o tema “Ensino médio e educação profissional: os desafios da integração”, a jornada contou com a presença do coordenador da Superintendência de Desenvolvimento da Educação Profissional da Bahia, Reginaldo Rodrigues, e do professor da Uneb João Rocha.

Durante as discussões sobre a criação da Base Nacional Comum Curricular, prevista na Lei de Diretrizes e Bases da educação, João Rocha falou sobre a necessidade da reforma nos currículos acadêmicos do país, principalmente nos cursos que formam professores. Ele comparou o processo de adoção de uma base curricular ocorrido no Chile e na Austrália. “O Chile tem base curricular mas não possui a mesma diversidade cultural do Brasil. Já a Austrália implantou sua base curricular aos poucos, diferente daqui”, explicou.

Sobre a integração entre o ensino médio e a educação profissional, Reginaldo Rodrigues destacou que ela passa pela história brasileira. “A concepção de trabalho que temos não é a de formação humana mas a de entrega do corpo para a escravidão. Isso acaba influenciando na educação profissional, que não é vista ainda como ensino regular mas apenas uma modalidade”, analisou.

A jornada, que encerra hoje (31), teve sua primeira edição em 2012. A diretora de ensino do campus Jacobina, Lucília Santa Rosa, que esteve à frente da organização das jornadas anteriores, avaliou que as discussões têm se aprofundado a cada ano. “Temos visto melhorias no ensino praticado no campus a partir das discussões que realizamos a cada jornada”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *