Eleições 2016: Rui diz que vice é decisão de aliados, mas não descarta o PSDB

Em entrevista, pré-candidato também falou de experiência política e alianças

O prefeito e pré-candidato à reeleição Rui Macedo (PMDB), participou na manhã deste sábado, 16, do programaEleições 2016, da rádio Jacobina FM. O entrevistado chegou à emissora acompanhado da primeira dama, Saionara Macedo, e de correligionários.

Em pouco mais de 30 minutos de entrevista, Rui foi sabatinado pelos radialistas Geyder Gomes, João Jaques Valois e Fábio Márcio. Ele falou de experiência política, alianças, composição da chapa majoritária que pode sair do PPS, PSC ou ainda do PSDB, ausência de obras/ações do Governo do Estado no município e, também, sobre o fechamento do Hospital Regional.

Médico Cardiologista com pós-graduado em Gestão Pública, Rui considera que a vivência na administração pública o torna ainda mais apto a buscar e realizar o desenvolvimento do município. Este é o seu segundo mandato como prefeito de Jacobina. Ele também teve dois mandatos como deputado estadual.

Sobre o nome que comporá a chapa majoritária, ele disse que esta é uma atribuição dos partidos aliados. “Não cheguei aqui sozinho. Acredito que esta decisão deve partir dos partidos e das pessoas que me acompanham”.

Segundo Rui, o vice pode ser um dos vereadores: Clériston Alves (PPS) e Fábio Miguel (PSC). No entanto, não descarta que o nome possa vir do PSDB, já que o Diretório Municipal ainda não definiu em qual palanque subirá.

“O PSDB tem um filiado que é candidato de si próprio… Temos até dia 05 de agosto para nos definir e não descarto a ideia do nosso vice vir de lá. O partido tem bons nomes, como é o caso de Ramiro Miranda, do Pastor Jairo, de Marcos Adriano e de Juliano Cruz”, disse, lembrando ainda que filiados do partido estão à frente de duas secretarias municipais.

Ainda sobre o vice, o pré-candidato disse que o critério de escolha deve ser no sentido do partido mais forte, que vá contribuir com a eleição e de forma especial com a administração do município.

Ausência do Governo do Estado

Rui Macedo criticou o que chamou de total ausência do Governo do Estado e responsabilizou a Embasa pelos buracos das ruas e avenidas da cidade, lembrando que a Prefeitura move três Ações Civis Públicas contra a empresa. Ele também criticou a falta de investimento em Segurança Pública e a não construção do tão propalado Mercado do Produtor, alvo de discursos e promessas em palanques e campanha política do atual governador, Rui Costa.

Saúde

Na área da Saúde, o pré-candidato Rui Macedo acrescentou que todos os aparelhos de saúde do município foram criados em suas administrações e que, em breve, os jacobinenses poderão desfrutar dos serviços da UPA 24h, da UTI Neonatal e do Centro de Parto Natural, dentre outros, que servirão como base para o Curso de Medicina que está prestes a se instalar no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *