Jacobina terá Centro de Referência de Atendimento à Mulher

As mulheres do município de Jacobina, Centro-Norte baiano, vítimas de violência terão atendimento especializado com a implantação do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM).

A estrutura ofertará assistência jurídica, psicológica e de assistência social e deve ser inaugurada em 2017, segundo informações de Alice Bittencourt e Flora Pereira, colaboradoras da Secretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres. “O equipamento já devia ter sido implantado, mas fatores de ordem burocrática, no âmbito Federal, retardaram o processo”, explica Bittencourt.

Para tratar das novidades acerca da implantação do CRAM no município, as servidoras do Estado se reuniram nessa quinta-feira, 17, com o prefeito, a secretária de Assistência Social do Município de Jacobina e a coordenadora de Políticas para as Mulheres do Município de Jacobina.

O objetivo do projeto é promover políticas públicas que rompam por completo o ciclo de violência contra as mulheres, proporcionando a ampliação e implementação de serviços especializados de atendimento à mulher. As mulheres em situação de violência serão atendidas por uma equipe multidisciplinar composta por advogados, pedagogos, psicólogos e assistentes sociais.

“Esse equipamento é uma grande conquista para toda a sociedade e uma vitória para as jacobinenses, pois marca a edificação de políticas públicas no sentido de garantir e concretizar a Lei Maria da Penha no Município”, acredita a secretária da Assistência Social de Jacobina.

A ação é realizada pelo Governo do Estado, tem apoio do Governo Federal e parceria da Prefeitura de Jacobina. Compete ao Município a disponibilização de espalho físico e manutenção da equipe de profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *