Luto! Morre um dos maiores craques da história do futebol jacobinense

nego das neves

Faleceu neste domingo (24.12), véspera de Natal, um dos mais importantes atletas da história do futebol jacobinense: Benigno das Neves, nome de batismo, ou “Nego das Neves” como era mais conhecido e ficou famoso nos campos de futebol da região. Com idade bastante avançada, Nego das Neves veio a óbito de causas naturais.

História – O futebol jacobinense sempre teve grandes encontros, grandes craques e grandes emoções. Essas emoções e grandes duelos futebolísticos começaram no Estádio da Piscina, que era localizado na Rua Cel. João Vieira, em frente a Embasa e lá Cruzeiro e Leader participaram de grandes duelos, assim como o Serrano Humaitá de Antonio Nascimento, o Jacobina de Wagner da Farmácia e o Botafogo, levavam aos delírios os seus torcedores, sendo motivos de grandes festas e de grandes encontros.

Foi neste período, mais precisamente em 10 de outubro de 1951, que um grupo de jovens se reuniu no lendário Bar do Hélio na Praça da Matriz e fundaram a Liga Desportiva Jacobinense, que teve o Dr. Fernando Mário Pires Daltro, um dos seus fundadores, como o primeiro Presidente, eleito por unanimidade; Fernando Figueiredo Mendes, Alfredo Amaro, Rigoberto Lopes, Humberto Soares e Silva, que foi eleito Presidente da Junta de Justiça Desportiva, participaram deste grande momento do nosso esporte com a criação da entidade maior do futebol jacobinense. 

E lá tivemos grandes craques atuando, craques como o lendário Areia Branco, um zagueiro de classe, elegância e que até hoje é considerado o melhor zagueiro do nosso futebol, e daí surgiram outros grandes zagueiros que fizeram história, como o Carlinhos da Várzea Nova, o Pedro Leão e Geri xerifão do Cruzeiro, o lendário Nego das Neves, Belarmino e Robério e os irmãos Cilo, Paulinho e Edi que jogaram no Leader e grandes laterais como o Zazá do Cruzeiro, Terão do Leader, Gudinho, Zeli, Biléu, Careca e tantos outros, grandes goleiros como Vavá, Gerino, Zé Luis, Mário, João Brandão, e meio campista de primeira linha como Toinho, Astor, Jandir, Ito Catulo, Hélio com o seu famoso grito da galera, tira Hélio… Bota Hélio, Mauro e Wilton do Vila Nova, meus saudosos pai , Daonça e tio Zé Véio do Palmeiras, Ivanzinho e Geraldo do Leader, e Paulo Gomes do Vila Nova, e atacantes como Lucinho, Gerson, Joninhas do Cruzeiro, Daniel, o lendário Prego, Itabuna, Aristóteles e Francês do Leader, Sivanildo e Zé do Circo do Vila Nova, o lendário Nego das Neves protagonizaram grandes espetáculos no Estádio José Rocha.
Hoje o futebol de Jacobina perdeu uma das suas maiores estrelas, que se junta ao grande time convocado para brilhar nos gramados celestiais, obrigado Nego das Neves. (Colaboração Ney Mário  Santana)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *