Home / jacobina / destaque / PED 2019: Chapa Muda PT, liderada por Kátia Alves, desiste de participar da eleição em Jacobina

PED 2019: Chapa Muda PT, liderada por Kátia Alves, desiste de participar da eleição em Jacobina

Integrantes da Chapa Muda PT – 640

A Chapa Muda PT, liderada pela enfermeira Kátia Alves, desistiu de disputar a eleição para o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores em Jacobina. O PED (Processo de Eleição Direta) está sendo realizao neste domingo (08.09) apenas com a candidatura de Mariana Matos de Oliveira, da Chapa Resistência Payayá.

Veja abaixo a nota devulgada agora há pouco pela Chapa Muda PT – 640 :

Nota Pública da Chapa Muda PT – 640

Diante da indefinição do processo eleitoral do PED em Jacobina a Chapa Muda PT – 640 liderada por Katia Alves resolveu não participar do processo eleitoral que ocorre neste domingo, pois não tinha a garantia do nome da chapa na cédula de votação, principalmente após as declarações do ex-deputado Amauri Teixeira que lidera a tentativa de impugnação da chapa Muda PT na entrevista que concedeu ao meio dia da sexta-feira (6) no programa da Jacobina FM, mesmo tendo conhecimento da decisão do Diretório Nacional do PT que reverteu a tentativa de impugnar a Chapa Muda PT o ex-deputado declarou que só existia uma chapa na disputa e desconhecia a veracidade do documento. Consultou no ar o sistema em que só aparecia a chapa dele, mesmo tendo conhecimento das dificuldades que o DN estava enfrentando, em todo pais, com excesso de carga no sistema eletrônico. Nossa chapa só apareceu no sistema no sábado, como era previsto, véspera da eleição.

Desde a criação da comissão eleitoral, composta exclusivamente com três membros da chapa Resistencia Payaya, sem garantia de participação de todas as correntes envolvidas no processo, declarações falsas que convocou reunião para propor unificação, entrevistas desconhecendo a existência da chapa muda PT, a retirada de Katia Alves da disputa, a tentativa de impugnação da chapa, sucessivas declarações desacreditando a participação da chapa no processo eleitoral demostram o caráter antidemocrático e tentativa de dirigir o partido com o grupo único, pois a composição do diretório é proporcional.

Diante deste quadro conturbado resolvemos judicializar a eleição. Tivemos uma liminar negada pela justiça eleitoral, solicitando o adiamento da eleição para garantir a equidade na disputada. Neste mesmo processo o presidente do diretório municipal, Antônio Naves foi notificado e teve o prazo de dez dias para apresentar defesa, pois já nos adiantamos no pedido de anulação da eleição e devemos impetrar outras ações que garantam nosso direito de participação.

Mesmo nesta conjuntura lembramos que todos nós caminhamos na mesma estrada. Principalmente neste momento onde as conquistas sociais de nossas lutas e do nosso governo estão sendo eliminadas e Lula está preso por condutas corruptas de um promotor e de um juiz que virou ministro do governo que ajudou a eleger. Lamentamos que novas lideranças que chegam no PT esteja vivenciando este ambiente de discórdia que por vezes provocam uma adversidade que sobrepõe uma disputa interna que é muito saudável, pois se não fosse desta forma seria como em outros partidos na base da intervenção ou o mandatismo do chefe político.

Repudiamos aqueles que ficam torcendo para que companheiros abandonem o partido para ficarem sozinhos mesmo que isolados e inertes. Não concordamos com as declarações do ex-deputado Amauri Teixeira na sua última entrevista a quem sempre estivemos apoiando nas eleições recentes e deveria ser o agregador das forças internas do partido pela liderança que exerce. Não gostaríamos de alargar esta disputa, pelas vias judiciais que pode perpetuar por muitos meses, mas entendemos que somos uma força que quer contribuir com o partido e não aceitamos ser alijados desta forma que consideramos fora das regras do jogo político da disputa do PED 2019.

Assinam os membros da Chapa Muda PT = 640

Sobre admin

Veja também.

Marcelino Galo consegue eletrificação para loteamento Pedro Henrique Ferreira, em Lages do Batata

O deputado estadual Marcelino Galo (PT) anunciou nesta segunda-feira (16.09) a ampliação da rede elétrica …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: