Detonação de rocha quase provoca acidente no centro de Jacobina

Local onde aconteceu a detonação no Rio Itapicuru-Mirim

Na manhã deste sábado (31.08), a detonação de uma rocha, no leito do Rio Itapicuru Mirim, entre as avenidas Orlando Oliveira Pires e Lomanto Júnior, no centro da cidade, por pouco não causou um acidente, que poderia causar ferimentos em várias pessoas que passavam próximo ao local no momento da explosão.  

Mesmo sem atingir nenhum transeunte, as pedras lançadas na explosão acertaram fachadas de lojas, como A Lojita e Ponto das Antenas, além de fazer perfurações na balaustrada da Avenida Orlando Oliveira, conforme o vídeo gravado pelo locutor Otto Moreno, da Rádio Jaraguar FM, que foi publicado pela TV Jacobina.

O empresário Raimundo, de A Lojita, recolheu várias pedras

Segundo o operador da máquina, a empresa responsável pela obra de esgotamento sanitário da cidade não utiliza explosivos nesse local. A tecnologia usado, de acordo com ele, é a Pyroblast, recomendada para utilização em áreas sensíveis, tais como: onde há circulação da população, áreas urbanas, tráfego rodoviário, ferroviário ou com restrições ambientais.

Pyroblast – A Tecnologia Pyroblast não é um explosivo, no entanto se enquadra na categoria 1.4 S. A execução se dá através de cada dispositivo integrado a um iniciador elétrico que será ativado por um equipamento eletrônico, detentor de grande tecnologia, responsável por resguardar a segurança do processo de desmonte.

Veja abaixo o vídeo gravados instantes após a detonação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *