Embasa é impedida de executar obra após interditar ruas sem autorização em Jacobina

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) foi impedida de executar obras em um trecho da Praça Miguel Calmon, no bairro da Matriz, em Jacobina, após iniciar escavações sem autorização do SMTT (Serviço Municipal de Tráfego e Transportes). Segundo o diretor do órgão, Walter Veloso, a medida ocorre para garantir aos cidadãos o direito de ir e vir, sem maiores transtornos.
“Recebemos queixas de cidadãos insatisfeitos com a obra realizada por uma terceirizada da Embasa, que estaria causando muitos transtornos. De imediato, nos deslocamos para averiguar e constatamos que não havia autorização prévia do SMTT para interdição daquele trecho. Determinamos a suspensão parcial para garantir que os moradores possam se locomover com tranquilidade, sem transtornos, visto que estamos passando por uma alteração temporária no trânsito”, disse Walter.


“Conversamos com os engenheiros responsáveis pelo esgotamento sanitário que vem sendo realizado na cidade, para que, antes de interditar qualquer rua, solicite ao órgão para que possamos analisar, autorizar ou não, levando em consideração os impactos que podem ser causados aos cidadãos. Não podemos admitir que a empresa simplesmente decida onde, quando e como vai interditar uma rua de Jacobina, sem antes consultar o órgão competente que, por sua vez, vai estudar a melhor maneira da obra acontecer, sem afetar drasticamente as pessoas que por ali passam ou residem”, concluiu.
Os responsáveis pela execução da obra foram comunicados oficialmente pelo órgão, sobre como proceder daqui por diante. Um trecho que estava interditado foi liberado, para facilitar a circulação de veículos.
Fonte: Jacobina Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *