JMC dá novo passo em usina de compostagem implantada na cooperativa Recicla Jacobina

O projeto da usina de compostagem de resíduos orgânicos elaborado pela Jacobina Mineração e Comércio (JMC), por meio do Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental, em parceria com a cooperativa Recicla Jacobina, avança. Nessa semana, toda a parte de obras de construção civil foi finalizada e nos próximos dias será iniciada a assessoria técnica para capacitação dos cooperados e trabalhadores do local.

A usina demandou investimentos de pouco mais de R$ 379 mil e tem capacidade para ajudar a Recicla Jacobina a destinar com eficiência, qualidade e responsabilidade ambiental cerca de 300 toneladas de resíduos mensalmente. Com essa iniciativa, além de dar a melhor destinação a todo o resíduo orgânico da JMC, que hoje é de 11ton/mês, os cooperados vão processar cerca de 40% do resíduo orgânico gerado no município e produzir adubo para ser comercializado, gerando mais renda para suas famílias.

A parceria entre a JMC e a Recicla Jacobina é antiga e o projeto da usina surgiu da necessidade da JMC fazer um descarte ambientalmente sustentável de seus resíduos orgânicos, que atualmente são encaminhados para aterro sanitário licenciado. “A cooperativa nos sinalizou a intenção de construir uma usina que tivesse capacidade de processar o lixo orgânico gerado pelo município, dando o tratamento correto e aumentando a vida útil do aterro controlado. Dessa forma, conseguimos avançar na nossa meta de ‘Resíduo 0’ e colaborar para o desenvolvimento sustentável da comunidade”, afirma o engenheiro de meio ambiente, Ademir Santana.

Segundo o administrador da cooperativa, Guilherme Mesquita, a usina já nasce trazendo desenvolvimento para o município. “A usina trará oportunidade de geração de renda e solução para um desafio ambiental. Temos metas de curto, médio e longo prazo e diversas parcerias fechadas. Vamos precisar de mais força de trabalho”, afirma.

A cooperativa, que atualmente possui 28 cooperados e 6 funcionários, prevê a contratação de 15 funcionários para operar diariamente a usina quando ela estiver em pleno funcionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *