Advogado jacobinense morre em trágico acidente na capital do estado

O advogado jacobinense Jorge Otavio Oliveira Lima, 50 anos, morreu num trágico acidente nesta quarta-feira (18), em Salvador, após seu veículo despencar de uma garagem de um prédio, no bairro da Graça, caindo de uma altura de aproximadamente 10 metros.  Quando os bombeiros chegaram ao local, Jorge já estava sem vida.

Natural de Jacobina, Jorge Lima era filho do conhecido contabilista Zito Contabilidade e da Sra. Creuza, família querida e conceituada na cidade.

Desde em 1984, ele morava em Salvador, onde tinha grande influência no mundo jurídico da capital, inclusive tendo presidido a Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (Abat).

Acidente que tirou a vida de Jorge Lima (Foto: Correio da Bahia)

Nas redes sociais, várias entidades e personalidades políticas manifestaram pesar pela morte do jacobinense Jorge Lima.

A Seção Bahia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) lamentou a morte do advogado:

“A advocacia baiana está enlutada. Na manhã desta quarta-feira (20), a classe perdeu um dos seus mais diletos colegas. O advogado Jorge Lima nos deixou após ser vítima de uma acidente de carro, no bairro da Graça. Defensor incansável dos direitos e garantias fundamentais, Jorge Lima honrou a todos os advogados e advogadas com sua atuação sempre firme, principalmente no campo do Direito do Trabalho.

Ao longo da sua caminhada na advocacia, serviu com afinco à Seção Bahia da Ordem dos Advogados do Brasil, onde foi conselheiro da Casa, à Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT), instituição que presidiu, e por fim a ABRAT (Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas), onde representou a Bahia como Vice-presidente Nordeste.

Para além da sua competência profissional e institucional, Jorge Lima era antes de tudo um amigo. Pessoa querida por todos, de um sendo de humor ímpar e um grande coração que, como verdadeiro advogado, reconhecia na dor do outro a sua dor. Certamente, ele é uma dessas figuras do mundo jurídico que deixará saudades não apenas nos fóruns e sessões de júri, mas principalmente nas rodas de conversas.

Com profundo pesar, a OAB-BA deseja a todos os amigos e familiares de Jorge que tenham força para atravessar esse momento de dor e tristeza, sempre com a certeza de que esse nobre advogado, apesar de ter nos deixado cedo demais, construiu em vida um legado que inspira a todos.

Jorge é um amigo que fará muita falta. Era um homem de Ordem que viveu para servir e nos deixa de maneira precoce e repentina nesse ano que não está sendo fácil. A tristeza por sua perda é muito grande e atinge não apenas a advocacia, mas todos aqueles que realmente acreditam no Estado Democrático, nos Direitos Humanos e na Justiça Social”, lamentou o presidente da OAB-BA, Fabrício Castro.

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre/Bahia também divulgou nota, assinada pelo secretário Davidson Magalhães,  lamentando do morte de Jorge Lima:

“A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do advogado Jorge Lima, vítima de um acidente de carro, na manhã desta quarta-feira (18), em Salvador.
Ex-presidente da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas, Jorge Lima era um dos mais respeitados advogados trabalhistas da Bahia e grande defensor dos direitos humanos.
A Setre se solidariza com os amigos e familiares e deseja força e serenidade para enfrentar esse momento de dor e tristeza”.

“Parece um pesadelo. Um acidente estúpido e perdi meu amigo tão querido, que caminhou comigo nesta campanha, que tava com tanto orgulho de mim, da minha candidatura, que tanto me ajudou. A ficha não caiu. Queria muito que alguém dissesse que não é verdade, que foi um engano…

A advocacia trabalhista perde um dos seus melhores nomes. Os trabalhadores da construção civil perdem um amigo, um parceiro, alguém com um grande senso de justiça social. É dolorosa demais essa perda, num tempo em que lutamos por democracia, por garantia de direitos para a classe trabalhadora, por uma sociedade mais justa.

Gratidão por tudo meu amigo, Jorge Lima! Que você vá com Deus e descanse em paz”, deputada estadual Olívia Santana (PC do B).

A ex-candidata a prefeita Jacobina, Mariana Oliveira, escreveu na sua conta no facebook:

“Tou pensando que as vezes a gente quer dizer algo a alguém e não diz . Por vários motivos, não diz.

E a vida, que está sempre por um triz, termina sem aviso prévio, sem final feliz.

Jorge Lima me disse o que queria dizer.

Ele hoje, de forma trágica e inesperada, partiu pra outra dimensão.

E eu sinto muito por isso, transmito meus sentimentos e força para Alex Lima, Carlinha, Tarcísio, Cleusa e todos os(as) familiares .

Semana passada recebi uma bela mensagem dele , sobre as eleições em Jacobina:

“ Mari, meu nome é Jorge Lima,  advogado, e sou seu conterrâneo aí de Jacobina. Você não deve nem lembrar de mim, mas sou filho de Cleusa e Zito, e desde 1984 moro em Salvador. Sei que você está em plena campanha para a prefeitura da cidade, e preciso dizer que pela primeira vez me arrependi de ter transferido meu título, pois gostaria muito de votar em você. Meu irmão Alex tem mandado vários vídeos de suas manifestações e debates, e fiquei muito feliz por perceber em suas falas a propositura de uma nova e efetiva realidade para a cidade. Bom ver que a bolha da tradicional dicotomia entre duas grupos locais, geralmente ambos profundamente conservadores, foi furada com coragem, dedicação e sobretudo competência. Parece inócua uma manifestação assim de alguém que sequer vota na cidade, mas eu tenho certeza que você entende as minhas razões, já que o importante mesmo é a consciência de estar fazendo o que é certo. Toda força contra o preconceito e a misoginia dos que so destacam a menina bonita de sempre, desvalorizando o que você tem de conteúdo intelectual, profissional e político para honrar esse cargo, mudando a história da cidade. Estarei daqui torcendo, e confiante que o mano velho daí vai conseguir muitos votos para você. Avante!”

Descanse em paz, Jorge!😔”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *