Grupo de moradores fecha rodovia em protesto contra falta de segurança em Lages do Batata

Fotos: Jacobina 24 Horas

Na manhã desta segunda-feira (21), um grupo de aproximadamente 200 moradores fechou a BR-324, na altura do povoado do Licuri, no distrito de Lages do Batata, no município  de Jacobina.  Eles protestam contra a falta de segurança  na comunidade.

O bloqueio da BR foi motivado pela morte recente de um jovem trabalhador,  assassinado com vários tiros, quando voltava para sua residência. Além desse crime, o povoado tem registrado uma série de outras ocorrências policiais. Os moradores alegam que a falta de prepostos da Polícia Militar tem sido o principal motivo para o aumento da violência na comunidade.

Segundo o líder comunitário Martins dos Santos, a situação chegou ao limite,  levando os moradores a tomarem essa medida com o objetivo de chamar a atenção das autoridades. “Esperamos sensibilizar as nossas autoridades, para que seja mantida aqui em Lages do Batata a presença da polícia. Pagamos impostos, recolhemos tributos,  não é justo deixar essa comunidade sem segurança, com o cidadão amedrontado pela violência”, relata Martins.

Para a professora Marivânia Souza, caso nenhuma medida seja tomada, os moradores voltarão a fazer novas manifestações, inclusive bloqueando a BR-324, que é a principal via de ligação com os municípios do alto sertão. “Não suportamos mais tanta falta de segurança. Essa situação está insustentável,  inocentes estão morrendo, a violência está fora de controle. As autoridades precisam fazer alguma coisa”, desabafa. 

Em entrevista à Rádio Jaraguar AM, o Major PM Carlos Alberto Ferreira de Andrade, comandante da 24ª CIPM, afirmou que o policiamento em Lages do Batata já foi reforçado no último final de semana. Ele garantiu que, dentro da medida do possível, a PM irá ampliar sua ações na comunidade, inclusive com o suporte de prepostos da 2ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual.

Os moradores pretendem manter a BR fechada até às 10 horas. Nesse ínterim,  os manifestantes esperam se reunir com Major PM Andrade, comandante da Polícia Militar na região de Jacobina,  para encontrar uma solução para a falta de segurança em Lages do Batata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *