Municípios

Presidente da Câmara de Vereadores de Caldeirão Grande, Luís Guirra, morre aos 51 anos

Na manhã desta quinta-feira (06), Caldeirão Grande amanheceu de luto com a notícia do falecimento do presidente da Câmara de Vereadores, Luís Guirra, aos 51 anos. Segundo informações preliminares, a causa da morte foi um infarto.

Luís Guirra, uma figura conhecida por sua dedicação e compromisso com o serviço público, deixa um legado significativo tanto na política quanto na esfera familiar. Ele era primo do prefeito de Caldeirão Grande, Candinho, e do prefeito de Ponto Novo, Zé da Boate, o que reforça a influência de sua família na política regional.

A trajetória política de Guirra foi marcada por inúmeras contribuições para o desenvolvimento de Caldeirão Grande. Ele era admirado por colegas de trabalho e membros da comunidade local, que destacam seu impacto positivo através de ações e projetos que beneficiaram a cidade.

Durante seu mandato, Guirra esteve à frente de importantes iniciativas que visavam melhorar a qualidade de vida dos cidadãos de Caldeirão Grande. Sua liderança e visão estratégica foram fundamentais para a implementação de políticas públicas eficazes.

A notícia de seu falecimento gerou uma onda de comoção entre os moradores e autoridades locais. Em nota oficial, a prefeitura de Caldeirão Grande lamentou profundamente a perda do vereador e expressou suas condolências à família, amigos e a todos que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

“Luís Guirra foi um exemplo de dedicação ao serviço público e deixa um legado de trabalho e compromisso com a nossa cidade. Sua ausência será sentida por todos nós”, declarou a nota.

Luís Guirra será lembrado não apenas por suas realizações políticas, mas também por seu caráter íntegro e sua paixão por servir à comunidade. Sua morte representa uma grande perda para Caldeirão Grande, mas seu legado continuará a inspirar futuras gerações de líderes.

A comunidade agora se prepara para prestar as últimas homenagens ao vereador, cuja vida e trabalho deixaram uma marca indelével na história da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *